27 de novembro de 2021

Contato



Chapa única do Sindiserf/RS conquista 98,72% dos votos

Pela primeira vez, na história do Sindicato

A chapa 1, Organizar, Lutar e Vencer conquistou 98,72% dos votos válidos na eleição do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Federais do RS (Sindiserf/RS) para o triênio 2022/2024. O pleito ocorreu de maneira virtual na quarta-feira (24) e tinha chapa única. Pela primeira vez, na história do Sindicato, a secretaria geral será ocupada por uma servidora, Eleandra Raquel da Silva Koch.

 

O percentual de 98,72% corresponde a 349 votos. No total, houve 436 votantes, 87 votos em separados (sendo invalidados 47, pois eram de não sócios e sócias), com isso, foram 389 votos válidos. Houve, também, 2 votos brancos (0,51%) e 3, nulos (0,77%).

 

O secretário-geral do Sindicato, Marizar Mansilha de Melo ressaltou a importância das eleições sindicais e a participação da categoria. “Como em toda democracia, as eleições são o ponto alto para exercer a cidadania. E os servidores e empregados públicos federais do nosso estado tiveram a oportunidade de participar e decidir o futuro da entidade”, afirmou o dirigente.

 

“Agradecemos a cada um que dedicou um tempo e votou. Continuaremos firmes na defesa da categoria, na luta contra a reforma administrativa e sempre defendendo um serviço público gratuito e de qualidade”, garante Marizar.

 

A servidora do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e secretária-geral eleita afirmou que a eleição foi um grande dia para o fortalecimento do Sindicato e também agradeceu a participação dos associados. “Mesmo em condições adversas impostas pela pandemia, que exigiu uma votação virtual, a categoria se movimentou e se uniu. Obrigada pelo apoio até aqui recebido”, declarou.

 

A dirigente, que é atual secretária-geral adjunta do Sindiserf/RS, enfatizou que a luta “nos fortalece e nos pertence” e que o foco total até o final do ano é a derrubada da PEC 32. “Semana que vem, o Sindiserf/RS estará novamente em Brasília, lutando contra essa reforma nefasta. Não descansaremos até derrotar a proposta que acaba com o serviço público. Seguimos juntxs”, disse Eleandra.

 

A comissão eleitoral, que acompanha todo o processo, foi composta por Joel Fernandes Canto, Sindicato dos Desenhistas; Cecílio Guterres, do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas e Nova Santa Rita e Evandro Leonir da Silva, do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do RS.

 

Confira a nominata:

SECRETARIA GERAL

Titular: Eleandra Raquel da Silva Koch (INCRA)

Adjunto: José Mário Amaral Virué (IBAMA)

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E PATRIMÔNIO

Titular: Marcolino Antunes de Oliveira (COMAER)

Adjunto: Vivian Petit (PRF)

SECRETARIA DE FINANÇAS

Titular: Edi Frutuoso da Costa (COMEX)

Adjunto: Ary Otávio Canabarro dos Santos (MIN. SAÚDE)

SECRETARIA DE ASSUNTOS JURÍDICOS

Titular: Marcos Gladimir Lima Lacerda (COMEX)

Adjunto: Vera Regina Gomes da Rosa (EBSERH)

SECRETARIA DE FILIAÇÃO E POLÍTICA SINDICAL

Titular: André dos Santos Almeida (EBSERH)

Adjunto: Jorge Ildo da Motta (CONAB)

SECRETARIA DE FORMAÇÃO

Titular: Leonardo Toos (MAPA)

Adjunto: Walter Morales Aragão (INCRA)

SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERSINDICAIS e PARLAMENTARES

Titular: Marizar Mansilha de Melo (FUNASA)

Adjunto: Norberto Ferreira de Azambuja (COMEX)

SECRETARIA DE MOVIMENTOS SOCIAIS, GÊNERO E ETNIAS

Titular: Joelsio Luiz Barbosa dos Santos (IBAMA)

Adjunto: Valéria da Silva Amaral (IPHAN)

SECRETARIA DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS

Titular: Zaida Haack Bastos (DNIT)

Adjunto: Arlindo Augusto Fernandes Ximendes (MIN. SAÚDE)

SECRETARIA DE COMUNICAÇÕES

Titular: Rosemary Manozzo (FUNASA)

Adjunto: Francisco de Paula Bastos Correia (DECIP/ME)

SECRETARIA DA SAÚDE DO TRABALHADOR

Titular: Reginaldo Luceiro Valadão (EBSERH)

Adjunto: Jaques Vagner Soares Boeno (EBSERH)

CONSELHO FISCAL

Titulares: José Francisco Santin (MIN SAÚDE), Eva Lourdes Silva Corrêa (INCRA) e José Nede Ferreira Goulart (MIN. SAÚDE)

Suplentes: Cledi Ribeiro da Silva (MIN. SAÚDE), Ivany Pinheiro Machado (COMEX) e  Hélio Adão Kozikoski (FUNAI) 

Fonte: Sindiserf/RS