30 de novembro de 2022

Contato



Empregados da Ebserh no RS aprovam proposta e encerram greve

Confira a proposta aprovada

Os trabalhadores da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalar (Ebserh) aprovaram a proposta consolidada na Audiência de Conciliação ocorrida no Tribunal Superior do Trabalho (TST) ontem, com isso, a greve está encerrada. A deliberação ocorreu nas assembleias realizadas nesta sexta-feira (30) no Hospital Escola da UFPEL, em Pelotas, no Hospital Universitário da FURG, em Rio Grande e no Hospital Universitário de Santa Maria.

 

 

Confira a proposta aprovada:

 

1)    Manutenção de todas as cláusulas sociais do ACT vigente, o qual continuam através de prorrogações, concordando com a alteração da redação das cláusulas 2ª, 4ª, 12ª, 13ª, 14ª, 17ª e 27ª, conforme pactuado na mesa;

 

2)    Reajuste linear de 22,30% (vinte e dois, vírgula trinta por cento), pelo INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor – IBGE, incidindo sobre os salários e benefícios dos empregados públicos da Empresa;

 

3)    Pagamento dos valores retroativos sobre salários e benefícios considerando os respectivos ACTs vencidos;

 

 

4)    Após o reajuste linear de 22,30% (vinte e dois, vírgula trinta por cento), a Ebserh conceda também aumento de R$ 600,00 (seiscentos reais) aos Assistentes Administrativos e aos Técnicos em radiologia;

 

5)    Vigência de 3 anos (Março de 2020 a Fevereiro de 2023).

 

O movimento paredista teve início no dia 21 de setembro e chegou a alcançar 36 dos 41 hospitais. O Sindicato dos Servidores Públicos Federais do RS (Sindiserf/RS) parabeniza a categoria pela conquista e agradece o apoio e empenho dos trabalhadores e trabalhadoras grevistas, que se mantiveram firmes no movimento enfrentando assédio da chefia, indefinições por parte da Empresa e o mal tempo.

 

 

Fonte: Sindiserf/RS

Fotos: Divulgação