12 de dezembro de 2018

Contato



Mudanças na política sindical e conquistas para a categoria

No terceiro vídeo da série dos 30 anos do Sindiserf/RS, os ex-diretores e o atual secretário

No terceiro vídeo da série dos 30 anos do Sindiserf/RS, os ex-diretores e o atual secretário geral falam sobre as peculiaridades de suas gestões à frente do Sindicato.

 

Assista aqui.

 

Uma assembleia realizada no dia 29 de novembro de 1988, no auditório da Delegacia Regional do Trabalho, em Porto Alegre, consolidou a fundação do Sindicato dos Servidores Públicos Federais do RS. A atividade havia sido convocada em edital publicado no jornal Zero Hora, na edição do dia 24 de novembro de 1988.

 

Na ocasião foram escolhidos o presidente e uma diretoria provisória com o objetivo de estruturar a entidade. Assumiu como presidente Cláudio Tibério Piovesano, que apresentou para aprovação as primeiras reivindicações do Sindicato. Na sua primeira manifestação, o então presidente abordou a situação do servidor público e pediu apoio de todos os servidores na luta por melhores salários e moralização do serviço público.

 

“Fui um dos que participei de inúmeras reuniões pré-fundação do Sindicato”, recorda o ex-presidente da entidade José Mário Amaral Virué. De 1994 a 1997, presidindo o Sindicato, José Mário destaca que em 1995, o Sindiserf/RS filiou-se à CUT-RS, intensificando ainda mais a luta permanente pela manutenção e conquistas dos direitos dos servidores federais e dos trabalhadores em geral.

 

Durante esse período, ele também foi eleito secretário geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef). “Naquele período, a demanda de luta era muito grande, passamos por longos anos de enfretamentos as políticas neoliberais que resultaram em congelamento de salário”, recorda.

 

Destacando as inúmeras lutas, manifestações e paralisações realizadas pelos servidores públicos nos mais diversos governos, Ary Otávio Canabarro dos Santos chama atenção para a alteração do estatuto e da mudança na bandeira que ocorreram na sua gestão, durante os anos de 2003 a 2006. “O Sindicato tem uma bonita história de luta junto aos servidores”, destaca.

 

Presidindo o Sindicato por cinco gestões (1997/2000, 2000/2003, 2006/2009, 2009/2012 e 2012/2015), o secretário geral adjunto da Condsef/Fenadsef, Marizar Mansilha de Melo  recorda que ao longo dos anos o Sindicato passou a atuar mais intensamente no interior do Estado. “Por outro lado, também ampliamos o debate com o restante do movimento sindical e sociais, fortalecendo a luta de classes como um todo”, conta.

 

De acordo com o secretário geral do Sindiserf/RS, Marcolino Oliveira, a possibilidade de estar à frente de uma entidade sindical possibilita que os dirigentes conheçam ainda mais os desafios da categoria. “Me sinto realizado como servidor público de poder lutar por melhores condições de trabalho e valorização para a nossa base”, declara.

 

30 anos: o Sindiserf/RS completou 30 anos no dia 29 de novembro. Para marcar a data, o Sindicato está divulgando uma série de vídeos sobre a história da entidade, contada pelos ex-presidentes do Sindiserf/RS, José Mário Amaral Virué, Ary Otávio Canabarro dos Santos, Marizar Mansilha de Melo e o atual secretário-geral, Marcolino Oliveira. O Sindicato entrou em contato com o primeiro presidente da entidade, Cláudio Tibério Piovesano, porém até o final da edição dos vídeos, não tivemos retorno.

 

Fonte: Sindiserf/RS