4 de outubro de 2022

Contato



Reforma administrativa: o que pensam os deputados gaúchos que são suplentes na Comissão Especial da PEC 32

Na última semana, entramos

Dois parlamentares gaúchos são suplentes na Comissão Especial, da Câmara dos Deputados, que vai analisar o mérito da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020, da reforma Administrativa: Marcel Van Hattem (NOVO) e Paulo Pimenta (PT). A exemplo do que fez com os deputados titulares, Alceu Moreira (MDB), Osmar Terra (MDB) e Marcelo Moraes (PTB), o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Federais do RS (Sindiserf/RS) quis saber o que os suplentes pensam sobre o assunto.

 

Na última semana, entramos em contato com as assessorias de Van Hattem e Pimenta. Assim como os deputados titulares, Van Hattem não respondeu. O que já demonstra seu posicionamento sobre a matéria. Por telefone, a assessoria de imprensa do deputado informou que o assunto estava em discussão no partido NOVO. Já Pimenta, enviou um vídeo para o Sindicato, manifestando sua posição contrária à reforma administrativa, que foi divulgado nas redes sociais da entidade, na última quarta-feira (14).

 

O vídeo pode ser acessado aqui.

 

“Lamentavelmente, os deputados gaúchos titulares da Comissão Especial da PEC 32 não responderam ao Sindiserf/RS. Por isso, buscamos o compromisso com a defesa do serviço público dos deputados gaúchos que são suplentes. Infelizmente, apenas um dos deputados nos respondeu”, declara a secretária geral adjunta do Sindicato, Eleandra Raquel da Silva Koch.

 

A dirigente chama a atenção para a importância de pressionar todos os parlamentares para que votem contra a PEC 32. “O Sindiserf/RS, a CUT e a Condsef integram várias campanhas para pressionar os deputados e é urgente fazer isso, precisamos exigir que eles votem a favor do povo e contra a destruição do serviço público”, enfatiza.

 

A proposta de reforma administrativa tem como objetivo retirar mais recursos do setor público, acabar com a estabilidade dos servidores e ocupar os cargos públicos com apadrinhados dos governos, promovendo a corrupção no setor. Além disso, a PEC abre caminho para o aprofundamento das práticas de terceirização, privatização e, no limite, extinção de órgãos e instituições e sua substituição pela iniciativa privada.

 

Cancela a Reforma

O Sindiserf/RS se soma aos servidores públicos de todo o país que estão unidos e engajados na campanha Cancela a Reforma, lançada pela Condsef/Fenadsef com as entidades filiadas. A campanha disponibiliza uma série de materiais didáticos para que todos possam entender os perigos da PEC-32.

 

Uma cartilha com verdade e mentiras sobre a proposta está entre o material (todo o conteúdo está disponível no site do Sindiserf/RS e da Condsef).

 

Na Pressão

É preciso reforçar e intensificar a pressão aos parlamentares da comissão especial e cobrar que barrem a proposta. Para ajudar nessa luta em defesa do setor público é fácil. Acesse o site “Na Pressão”. Lá você encontra informações e dados para que você possa entrar em contato com os deputados membros da comissão em seu estado.

 

Para isso, confira aqui a lista com os nomes dos parlamentares membros da comissão especial. Em seguida, acesse o “Na Pressão” e selecione o parlamentar e seu estado e deixe seu recado: “Deputado que votar contra os direitos do povo não terá meu voto. Diga não à reforma Administrativa”.

 

Fonte: Sindiserf/RS