18 de setembro de 2021

Contato



Semana de mobilização contra PEC 32 tem pressão a parlamentares e Dia Nacional de Luta

Ação coletiva com pressão em diversos

O substitutivo da proposta pode ser votado na Comissão Especial no dia 15 de setembro. Só a derrota da PEC 32 interessa. Confira a agenda completa de atividades e participe

 

Está cada vez mais próximo o dia da votação da reforma Administrativa do governo Bolsonaro (PEC 32/20) na Comissão Especial da Câmara dos Deputados. Apesar da crise política instalada e em meio a manifestações de apoiadores do governo Bolsonaro com tons de ameaça à democracia, aliados tem pressa em votar essa reforma que retira direitos constitucionais e abre margem para a privatização total dos serviços públicos. O substitutivo apresentado pelo relator, deputado federal Arthur Maia, pode ser votado no dia 15 de setembro. Representantes de servidores de todo o Brasil promovem uma semana intensa de mobilização e pressão a parlamentares para que votem contra a reforma Administrativa. Só a derrota da PEC 32 interessa. Confira a agenda completa de atividades e participe.

 

A agenda começa já nesse sábado, 11. Nas ruas haverá ação coletiva com pressão em diversos municípios com foco em parlamentares indecisos para reverter votos. Nas redes, a partir das 9 horas, tem tuitaço com a hashtag #VotouPEC32NãoVolta. Nessa sexta, 10, uma assembleia virtual discutiu a importância de reforçar as ações de mobilização contra a proposta de Bolsonaro-Guedes. Parlamentares contrários à PEC 32 estiveram na atividade e avaliam que ampliar o trabalho de pressão que já vem sendo feito é essencial nesse momento.

 

Rogério Correia: Barrar a PEC 32 é possível

Coordenador da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público, o deputado Rogério Correia reafirmou que vê possibilidades reais de barrar a reforma no Congresso Nacional. Para ele, o governo não tem ainda os votos necessários para aprovar a PEC 32. Na Comissão Especial a análise é de que seis votos seriam suficientes para que a proposta não chegue ao Plenário.

 

Disfarçada de “modernização”, a PEC 32 segue avançando. Mas os brasileiros que lutam por um Brasil de todas e todos sabem que essa proposta é, de fato, composta por mecanismos que facilitam demissões, corrupção e apadrinhamentos políticos. Se for aprovada, adeus escola pública, adeus postinho, adeus nossos direitos.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

 

11/09

Ação coletiva com pressão em diversos municípios com foco em parlamentares indecisos para reverter votos
9h: Tuitaço #VotouPEC32NãoVolta

 

13/09

Chegada da delegação dos estados
13h30: Reunião com a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público
Pressão nas redes sociais. Esquenta para tuitaço #SOSServicoPublico

 

14/09 – Dia Nacional de Luta para derrotar a PEC32

7h: Em Brasília, recepção (pressão) a parlamentares no aeroporto. Término previsto para às 11 horas. Nos estados, atos em frente às Assembleias Legislativas
9h: Tuitaço #SOSServicoPublico
14h: Concentração no espaço servidor ao lado do anexo C

 

15/09

9h: Reunião aberta no espaço do servidor. Visita a gabinetes e pressão aos deputados

 

16/09

Pressão aos deputados

 

Fonte: Condsef/Fenadsef